“Variações do Corpo Selvagem” e Viveiros de Castro em Guimarães

Variações do Corpo Selvagem – Eduardo Viveiros de Castro_ Fotógrafo

Inaugura manhã, no Centro Internacional das Artes José de Guimarães, a exposição “Variações do Corpo Selvagem”, com curadoria de Veronica Stigger e Eduardo Sterzi, na qual se exibe o acervo fotográfico de Eduardo Viveiros de Castro, sobretudo o do seu trabalho de campo entre as tribos indígenas que estudou no Brasil (como a foto que ilustra este post). A exposição integra um ciclo mais vasto de exposições, subordinadas ao título geral “Pensamento Ameríndio”, exposições cuja inauguração será precedida de uma conferência de Eduardo Viveiros de Castro, pelas 16h, no Salão Nobre da Sociedade Martins Sarmento, em Guimarães.

A importância da obra de Viveiros de Castro no panorama da antropologia atual, bem como a importância permanente da questão ameríndia, são razões mais do que suficientes para justificar a viagem até Guimarães.

Alexandre Graça Faria no IEB

AlexandrePB

Alexandre Graça Faria dará, no próximo dia 19, pelas 15h, uma conferência no IEB sobre “O lugar da canção na constituição do corpus literário no Brasil”. O autor é docente da Universidade Federal de Juiz de Fora. A conferência é uma iniciativa conjunta do IEB e do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura. Mais informações sobre a conferência e o conferencista podem ser obtidas aqui.

Serão atribuídos certificados de presença.

José de Paula Ramos Júnior no IEB

JOSÉ DE PAULA RAMOS JÚNIOR

José de Paula Ramos Júnior, da Universidade de São Paulo, fará no próximo dia 19, pelas 11 horas, no Instituto de Estudos Brasileiros, uma palestra sobre a coleção Reserva Literária, da EDUSP.

O Professor José de Paula Ramos Júnior é docente da Escola de Comunicações e Arte (ECA) da Universidade de São Paulo, no Departamento de Jornalismo e Editoração. Especialista em ecdótica e crítica textual, coordena a coleção de clássicos anotados da Ateliê Editorial e a coleção Reserva Literária da Universidade de São Paulo. É responsável pela edição anotada de obras de autores como Machado de Assis, Lima Barreto, Martins Pena ou Camilo Castelo Branco. Das inúmeras obras de que é autor, destaca-se Leituras de Macunaíma: Primeira Onda (1928-1936): São Paulo: EDUSP, 2012; e Roteiro de leitura: A ilustre casa de Ramires, de Eça de Queirós. São Paulo: Ática, 1996. A conferência é uma iniciativa conjunta do Centro de Literatura Portuguesa e do IEB.

A cultura italiana no Brasil, por Maria Cecilia Casini

2018_Casini_Cartaz

Maria Cecilia Casini, Professora do Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, fará hoje, pelas 16h, na sala 2 da FLUC, uma conferência sobre “A cultura italiana no Brasil: centros de difusão, cânone literário, editoria”.

A conferência é uma iniciativa conjunta da Secção de Estudos Italianos do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas, e do Instituto de Estudos Brasileiros.

A literatura afro-brasileira, em conferência de Adélcio de Sousa Cruz

Adelcio

Adélcio de Sousa Cruz, professor do Programa de Pós-Graduação em Letras – Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa, fará, no próximo dia 3, pelas 11h, na sala do ILLP, uma conferência com o título “Literatura contemporânea brasileira e literatura afro-brasileira: pontos de contato”. A conferência parte do pressuposto de que a literatura brasileira não é um terreno homogéneo. A recente produção contemporânea – dos anos 1970 até hoje – apresenta-se como um quadro desafiador de certezas quanto ao que no Brasil se denomina tecido literário nacional. A prosa e a poesia publicadas sob a égide do cânone estão sempre acompanhadas pela produção da literatura afro-brasileira, criada principalmente nos grandes centros urbanos.

O conferencista é Pesquisador do NEIA/UFMG e membro da Comissão Executiva do Portal literafro. Doutor em Literatura Comparada pela UFMG, as suas pesquisas com literatura contemporânea brasileira e literatura afro-brasileira possuem interfaces com música, teatro e performance.

Vídeo de conferência de Abel Barros Baptista no IEB já disponível

Abel Barros Baptista fez a conferência que encerrou o colóquio “O conceito de literatura brasileira”, o primeiro da Rede de Professores de Literatura Brasileira em Portugal, que teve lugar nos dias 6 e 7 de outubro de 2016 no IEB. O vídeo da conferência, que se intitulou “Constituição do conceito de literatura brasileira como constituição“, encontra-se agora disponível na coleção do IEB no YouTube.

Vídeo de conferência de Luís Bueno já disponível

© Tiago Santos

© Tiago Santos

Luís Bueno esteve no IEB em 2016, fazendo a conferência de abertura do primeiro colóquio da Rede de Professores de Literatura Brasileira em Portugal, que ocorreu nos dias 6 e 7 de outubro desse ano, dedicado ao tema “O conceito de literatura brasileira”. A conferência de Luís Bueno teve como título “Importação, contrabando e outros tráficos: o caso do naturalismo no Brasil”. O vídeo dessa conferência está agora disponível na coleção do IEB no YouTube.

Vídeo de conferência de Carlos Kessel já disponível

Ck2014

No dia 14 de março de 2017 Carlos Kessel deu uma conferência no IEB sobre “Arquitetura e Identidade Nacional. O Estilo Necolonial Brasileiro”. O vídeo da conferência está enfim disponível e pode ver-se aqui.

Carlos Kessel é historiador e diplomata de carreira. Possui graduação em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e mestrado e doutoramento em História Social pela mesma instituição. É autor dos livros Arquitetura Neocolonial no Brasil: entre o pastiche e a modernidadeTesouros do Morro do CasteloA vitrine e o espelho: o Rio de Janeiro de Carlos Sampaio; e Um balcão na Capital: Memórias do comércio na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente chefia o Setor Cultural e Educacional da Embaixada do Brasil em Portugal.

Vídeo da conferência de Paulo Franchetti sobre Ferreira Gullar já disponível

No dia 9 de junho de 2017, no âmbito do Seminário MATLIT, oferecido pelos membros da Comissão de Acompanhamento Externo do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura (que inclui ainda Susan Schreibman e Anxo Abuín González), Paulo Franchetti fez no IEB uma conferência com o título “Ferreira Gullar: notas sobre o heroísmo”. O vídeo dessa conferência está enfim disponível.

Nos próximos dias continuaremos a proceder à atualização da coleção de vídeos do IEB no YouTube.

Joana Matos Frias no IEB

IMG_8482

Joana Matos Frias fará no IEB, no próximo dia 27 de abril, pelas 14h, uma conferência intitulada “O anjo torto dos outros: Drummond, palmas e paródias”. Mais informação sobre a conferência pode ser obtida aqui.

A conferencista é Professora Auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e membro do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa. Uma das mais distintas brasilianistas da universidade portuguesa, mas com obra vasta e significativa também em literatura portuguesa, Joana Matos Frias tem lecionado Literatura Brasileira Moderna e Contemporânea e publicado diversos ensaios sobre poesia brasileira dos séculos XX-XXI, com destaque para o livro O Erro de Hamlet: Poesia e Dialética em Murilo Mendes (Rio de Janeiro, 7Letras, 2001), para os ensaios coligidos no volume Repto, Rapto (Alguns Ensaios) (Porto, Afrontamento, 2014), e para a antologia de Ana Cristina Cesar Um Beijo que Tivesse um Blue (Vila Nova de Famalicão, quasi, 2006).

A conferência insere-se no programa do mestrado em Literatura de Língua Portuguesa. Serão atribuídos certificados de participação.

Abel Barros Baptista no IEB

© Tiago Santos

© Tiago Santos

Abel Barros Baptista dará, na próxima quinta-feira, dia 22 de fevereiro, pelas 11h, uma aula aberta no IEB sobre Carlos Drummond de Andrade, intitulada “O primeiro livro: alguma poesia, algum poeta”. Abel Barros Baptista é a figura mais destacada dos estudos brasileiros em Portugal. Professor catedrático da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, ensina literatura brasileira na sua Faculdade desde 1986. Aí se doutorou em 1996 com a tese Autobibliografias. Solicitação do livro na ficção de Machado de Assis (Lisboa: Relógio d’Água, 1998; Campinas: Editora da Unicamp, 2003). A sua dissertação de mestrado em Estudos Literários Comparados, na mesma universidade, foi também dedicada a Machado de Assis: Em nome do Apelo do nome. Duas interrogações sobre Machado de Assis (Lisboa: Litoral, 1991; Campinas: Editora da Unicamp, 2003, edição revista, com o título A formação do nome). O conjunto do seu trabalho machadiano disperso e ainda um estudo inédito sobre Memórias póstumas de Brás Cubas foi publicado no volume Três emendas. Ensaios machadianos de propósito cosmopolita (Campinas: Editora da Unicamp, 2014). Na mesma Editora da Unicamp, publicou um conjunto de ensaios sobre literatura brasileira e o seu ensino em Portugal, O livro agreste. Ensaio de curso de literatura brasileira (2005).

Na sua actividade de divulgador da literatura brasileira em Portugal, além de numerosos cursos, conferências e participações em colóquios, destaca-se a direcção da colecção Curso breve de literatura brasileira, nos Livros Cotovia, 14 volumes publicados entre 2005 e 2007.

A aula aberta de Abel Barros Baptista integra-se na programação do Mestrado em Literatura de Língua Portuguesa, cuja disciplina de Literatura Brasileira é este ano dedicada a Drummond. Mais informação sobre a aula aberta, aqui.

Edson Martins no IEB

edson_foto

Edson Martins, professor da UFV (Universidade Federal de Viçosa) fará, no próximo dia 9, pelas 15h, uma conferência no IEB, com o título “A apropriação da mitologia clássica em dois romances de Machado de Assis”. Licenciado em Letras Clássicas (Universidade Federal de Juiz de Fora), Doutor em Linguística Histórica (Universidade de Évora) e atualmente cursando o Pós-doutorado em Estudos Clássicos (Universidade Federal de Minas Gerais, com estágio na Università degli Studi Roma Tre), Edson Martins é professor do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Viçosa onde coordena desde 2012 o projeto “Reminiscências da cultura clássica na obra de Machado de Assis”. Mais informação, aqui.

Eduardo Sterzi no IEB

sterzi

No próximo dia 28 de novembro, Eduardo Sterzi, professor no Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP, fará uma conferência no IEB sobre o tema “Haroldo de Campos, reinventor do barroco: do sequestro à vertigem”. A conferência é uma organização conjunta do IEB e do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura. Mais informação, aqui.